Artigos

Entre a Provença e a Côte d'Azur: a charmosa vila costeira de Cassis

janeiro 31, 2017,1 Comments

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Ah, Cassis.
Depois de um primeiro dia atribulado em Marselha, acordámos cedo pela manhã com toda a motivação possível para começarmos finalmente a explorar a Provença e rumámos até Cassis, uma antiga vila de pescadores.
Confesso que decidi visitar Cassis por mero capricho depois de ter visto este artigo, mas a verdade é que não estava de todo preparada para aquilo que iria encontrar e mal sabia que Cassis se viria a tornar instantaneamente uma das minhas vilas preferidas! 


"Quem viu Paris e não viu Cassis, não viu nada."  
(Frédéric Mistral)

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Apesar de Cassis se encontrar a uns meros 30km a leste de Marselha, não poderia diferir mais desta última: enquanto que Marselha passa um pouco a ideia de uma cidade agitada, pouco aconchegante e até um pouco suja, Cassis por seu lado é pitoresca e charmosa.


Vamos pôr as coisas nestes termos: Cassis foi amor à primeira vista. Entre a Provença e a Côte d'Azur, Cassis consegue combinar na medida certa o charme de uma típica vila provençal com as suas casas coloridas coladas umas às outras e ruas estreitas de calçada, e o encanto mediterrânico de uma vila costeira do litoral, com as suas águas em tons de azul que se parecem fundir com o céu no horizonte.

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
pelas ruas de cassis
Se é verdade que o porto de Cassis é relativamente pequeno, tal facto em nada diminui o seu encanto já que a imagem de prédios coloridos, barcos atracados, restaurantes e lojas turísticas rodeados por postes de luz enfeitados com vasos de flores apenas convida a sentar num dos inúmeros bancos dispostos ao longo do cais a ver o tempo passar. O tempo tem outro ritmo na Provença e, aqui em Cassis, tudo se vive mais lentamente.

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Depois de um bom pequeno almoço francês numa esplanada do centro de Cassis, decidimos passear pelas ruas antigas da vila. Como eu viria a aprender na minha viagem pela Provença, nesta região poucas coisas conseguem ser mais agradáveis do que, sem quaisquer planos ou destino, rumar pelas sinuosas ruas de uma qualquer vila provençal.

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Em Cassis, vale a pena tomar nota dos muitos detalhes, portas peculiares e flores coloridas, sem deixar de apreciar o encanto de aderir ao passatempo do chamado lèche-vitrine para admirar fachadas de lojas que parecem vender o charme da Provença sobre a forma de garrafas de pastis, cestos de palha, toalhas de padrões coloridos, vibrantes roupas Blanc de Nil ou objectos que representam a cigarra, símbolo da região.

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
Passeio de barco pelas calanques
O charme de Cassis não se resume apenas ao seu porto e ruas de calçada: se visitarem a vila no Verão, saibam que há a opção de visitar as famosas calanques, enormes falésias calcáreas com grandes escarpas que se estendem até ao mar, formando pequenas enseadas de águas límpidas que convidam a um mergulho.
Consideradas das mais belas áreas naturais de França, as calanques estendem-se de Marselha até Cassis e incluem aquela que é a falésia mais alta da Europa, Cap Canaille, com 399 metros de altura.
Infelizmente, esta área foi bastante explorada até ao século passado (a pedra de Cassis foi largamente utilizada em construções, as quais incluem os portos de Marselha e Alexandria e mesmo a base da Estátua da Liberdade), o que acabou por deixar bastantes marcas na paisagem, actualmente protegida pela existência do Parque Nacional das Calanques.
Nesta zona existem cerca de 10 calanques, as quais podem ser visitadas a pé pelos trilhos das falésias ou num passeio de barco. Os bilhetes para os cruzeiros podem ser adquiridos num dos inúmeros stands do Quai Saint-Pierre e esta acabou mesmo por ser a nossa escolha para explorar esta área natural. Optámos por um passeio com visita a 3 Calanques (Port Miou, Port Pin e En Vau), com duração de cerca de 45 minutos e custo de 16€ por pessoa.

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Calanques
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Calanques
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Calanques
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Calanques
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Calanques
Três calanques pode parecer pouco, mas acreditem que é o suficiente para vos deixar rendidos! Para além dos constantes salpicos de água na cara, todos os nossos "ohs" e "ahs" foram dedicados ao surreal tom turquesa do mar que contrasta fortemente com o cinzento das falésias. Passámos por mais iates do que eu vi em toda a minha vida, sem contar com todos os velejadores, caminhantes, alpinistas e praticantes de kayak ou stand up paddle que parecem aproveitar este destino para praticar desporto com um cenário de fundo de sonho.
Se visitarem a Provença, vão por mim quando vos digo que o cruzeiro pelas Calanques é por si só uma razão para visitar Cassis: existem destinos tão bonitos que apetece pedir a alguém para nos beliscar só para ter a certeza que são reais e este é um deles.

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
as festas do mar
Depois de uma merecida pausa para almoço, o qual consistiu numa das maravilhosas saladas provençais que viríamos a devorar vezes sem conta nesta região, aproveitámos para admirar as Fêtes de la Mer, que tinham lugar na altura em que visitámos Cassis.
A pesca foi a principal indústria de Cassis durante muitos anos, mas infelizmente actualmente apenas restam 8 equipas de pesca a operar fora da vila. Para honrar a sua tradição enquanto vila piscatória, Cassis realiza todos os anos um festival nos meses de Junho e Julho para celebrar o mar, os pescadores e o seu santo padroeiro, São Pedro.

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Festas do Mar
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Festas do Mar
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Festas do Mar
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Festas do Mar
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Festas do Mar
Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença - Festas do Mar
Confesso que ao reservarmos a viagem e verificar que estas festividades coincidiam com a nossa visita, planeei a visita a Cassis num dia específico em que existisse algo no programa para ver e assim foi já que aproveitámos o dia da Fête de la Saint-Pierre para observar locais que executavam dançais regionais em trajes típicos, procissões religiosas em homenagem à indústria pesqueira local, bençãos de barcos e mesmo a reunião da população da vila para comer anchovas e sardinhas grelhadas!

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença
O meu único arrependimento foi ter deixado Cassis mais cedo para visitar a vizinha vila de Aix-en-Provence, mas o relato dessa etapa da nossa viagem pela Provença fica para um próximo artigo!


GOSTAS DESTE ARTIGO? GUARDA-O NO PINTEREST!

Drawing Dreaming - guia de visita de Cassis na Provença

A ler também...

1 comentário:

  1. Não fazia ideia da existência dessa vila... Mas sem dúvida que parece um local maravilhoso para se estar simplesmente, sem pressas. Adoro lugares assim, com uma água que se confunde com o céu, cheio de barcos e casas coloridas.

    Mundo Indefinido

    ResponderEliminar