França

Um dia em Honfleur, a mais pitoresca vila costeira da Normandia

fevereiro 20, 2017,1 Comments

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia - Vieux Bassin
A minha primeira ideia de Honfleur devo-a ao Pinterest: há uns anos atrás, quando ainda nem me tinha mudado para França, descobri acidentalmente entre os milhentos pins que apareciam na página inicial uma fotografia desta vila que até então me era desconhecida. No meu ecrã aperecia a imagem de um porto pitoresco com casas altas coloridas, rodeado por veleiros, restaurantes à beira-água de toldos coloridos e ruas de calçada típica.  
Ainda que na altura estivesse longe de sequer sonhar um dia poder visitar Honfleur, confesso que a imagem idílica desta vila me conquistou e viria mesmo a ficar na minha memória. Tanto assim é que, ao visitar Le Havre, decidi que tinha que aproveitar a proximidade para visitar Honfleur, vila costeira na margem sul do estuário do Sena, logo à saída do Pont de Normandie, aquela que durante muito tempo deteve o título de ponte suspensa por cabo mais longa do mundo.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Cheguei a Honfleur bem cedo, ainda antes de esta ser invadida pelas hordas de turistas, o que me permitiu admirar esta vila cujas origens remontam ao século XI. Por estar situada nas margens do Sena, a vila foi um importante porto de mercadorias na rota Rouen-Inglaterra, além de ter sido desta vila costeira que saíram os barcos franceses para as grandes navegações, principalmente para a América do Norte.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia - Vieux Bassin
O que me chamou logo a atenção à chegada a Honfleur é que, ao contrário de Le Havre, esta vila saiu ilesa da Segunda Guerra Mundial. Ainda bem que assim foi já que Honfleur é tão bonita como uma pintura: aliás, se conhecerem um pouco de arte poderão facilmente reconhecê-la por ter figurado em alguns quadros famosos. Apesar de ter começado como uma modesta vila de pesca, a beleza do seu porto histórico fez de Honfleur um chamariz para pintores impressionistas, que imortalizaram a vila nas suas telas e fizeram dela um ponto turístico até hoje. A enorme fama artística de Honfleur deve-se aliás a um nativo: o pintor Eugène Boudin, um dos primeiros paisagistas a pintar em plein air, pintor o qual foi uma das maiores influências do então jovem Claude Monet. O resto é história: Monet apaixonou-se por Honfleur e trouxe consigo artistas como Sisley, Renoir ou Pissarro, o que levou à criação da famosa 'Escola de Honfleur'. É seguro dizer que, quanto mais crescia o movimento impressionista, maior se tornava a fama desta vila.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia - Vieux Bassin
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia - Vieux Bassin
Muito provavelmente a mais pitoresca vila da Normandia, Honfleur pode facilmente ser vista num dia. Apesar de a maior parte dos turistas se concentrarem no pequeno centro da vila, aconselho-vos a passarem pelo Posto de Turismo para retirar um mapa e informações sobre os percursos de visita. Pessoalmente, optei por seguir o roteiro de descoberta, o qual além do centro medieval e dos seus monumentos históricos, inclui igualmente os jardins e o cais de Honfleur, bem como a Côte de Grace e os panoramas sobre a vila.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia - Vieux Bassin
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia - Vieux Bassin
Obviamente, qualquer roteiro tem que começar no símbolo de Honfleur: o vieux bassiN ou antigo porto de Honfleur. 
Construído no século XVII por forma a substituir o antigo porto que se havia tornado demasiado pequeno para as crescentes necessidades de Honfleur, o porto caracteriza-se pelas suas casas estreitas pouco comuns, as quais se distinguem umas das outras não só pelo seu tamanho e forma, como também pelas suas duas entradas - viradas para duas ruas diferentes - o que permitia que a casa fosse propriedade privada de duas famílias diferentes. 
O Vieux Bassin é o coração de Honfleur, logo não deixem de explorar as ruas que o rodeiam para apreciar não só inúmeros restaurantes e cafés como também pequenas lojas de souvenirs que marcam a diferença por apostarem mais nos produtos artesanais do que na produção em série.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Numa das ruas que formam as margens do Vieux Bassin, irão descobrir um pináculo de madeira incomum, o qual pertence à mais antiga igreja de Honfleur: a église saint-étienne. Esta é actualmente lar do museu marítimo de Honfleur, no qual não entrei por pessoalmente não me chamar a atenção.
Atrás da igreja poderão percorrer estreitas ruelas de calçada que vos levarão até às famosas salinas da vila, os greniers à sel. Estes edifícios do século XVII foram utilizados na sua origem para armazenar sal (o qual por sua vez era utilizado para conservar o peixe capturado pelas frotas de pesca da vila), sendo actualmente palco de exposições e concertos em Honfleur.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Daqui segui até à ÉGLISE SAINTe-catherine,  a maior igreja de madeira na França. Construída no final do século XV em madeira devido à escassez de pedra, esta era apenas suposto ser uma estrutura temporária depois de a igreja que a precedeu ter sido destruída na Guerra dos Cem Anos, mas acabou por resistir até aos nossos dias.
A igreja foi erigida por construtores navais locais, os quais utilizaram as suas habilidades do dia-a-dia para criar um teto único que se parece com dois cascos de barco virados ao contrário. A particularidade que distingue esta igreja é o facto de ter uma torre sineira separada uma vez que os sinos da igreja era demasiado pesados para integrar a estrutura principal.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Em redor da igreja, não deixem de explorar as ruas de calçada maioritariamente dominadas por lojas de artesanato local e galerias de arte. No que toca a produtos típicos, vale a pena deixar-se tentar pela típica Cidra (uma bebida alcoólica feita à base de fermentação de maçã), Calvados (uma espécie de cognac de maçã) e ainda pelos biscoitos artesanais.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Antes de me aventurar pelas áreas mais afastadas do centro da vila, decidi explorar devidamente o lado mais típico de Honfleur e, por entre ruas estreitas de calçada, perder-me de amores pelas casas típicas normandes, pelas montras das pitorescas boutiques e restaurantes com charme.
Infelizmente, na altura da minha visita foi me impossível visitar o Museu Eugène Boudin visto que este se encontrava fechado para renovações, mas dado ter recebido recomendações para o visitar, passo aqui a mensagem para não perderem este museu de arte em homenagem ao pintor mais famoso de Honfleur!

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Do centro segui até ao avant port, local onde, além dos típicos barcos de pesca, poderão encontrar barcos que fazem pequenos passeios de 45 minutos a 1h30 dos arredores de Honfleur até ao Pont de Normandie. Infelizmente, com muita pena minha não tive oportunidade de embarcar num destes mini-cruzeiros dada a meteorologia e o escasso tempo que tinha para visitar Honfleur, mas fica a dica caso visitem a vila mais calmamente!

Do porto inicei a minha caminhada pelo POnton de plaisance, um caminho à beira-mar bastante bonito e relaxante que vos leva até ao jardins des personnalités, um parque de 10 hectares situado ao longo do estuário e dedicado às celebridades que nasceram, viveram ou trabalharam em Honfleur tais como os pintores Eugène Boudin e Claude Monet, a escritora Françoise Sagan ou ainda personalidades históricas como Charles V, Jean-Baptiste Colbert e Anne-Marie Louise d’Orléans.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Penso que serei a única turista que se recusa a ficar sentada o dia todo numa esplanada do Vieux Bassin, mas a verdade é que o meu lado de exploradora/aventureira levou-me a percorrer quilómetros e quilómetros até chegar às afastadas praias de honfleur. Até hoje não sei como é que consegui não me perder tendo em conta que apenas levava comigo um pequeno mapa em papel com escassas indicações, mas o esforço acabou por valer a pena porque, fora da época balnear em pleno Abril, acabei por ter as praias só para mim para explorar.

Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia
Como se ir até às praias não fosse loucura proeza suficiente, eis que decidir que iria utilizar o tempo que me sobrava em Honfleur para subir a íngreme colina até notre-dame de grâce, uma capela do século XVII situada no topo de uma encosta.
Escusado será dizer que devo ser a única pessoa que o decide fazer a pé, mas uma vez lá em cima senti-me qual Fernando Pessoa a afirmar que tudo vale a pena quando a alma não é pequena porque fui brindada com um miradouro de onde pude usufruir de uma fascinante vista panorâmica sobre Honfleur e o estuário do Sena. Além disso, há que afirmar que, apesar de no exterior a capela não chamar a atenção, o seu interior é simplesmente magnífico com vitrais, pinturas e objectos de voto para a protecção dos marinheiros!

informações práticas
Como chegar: Se tal como eu pretendem aproveitar a proximidade com Le Havre, saibam que é possível fazer a ligação entre estas duas cidades da Normadia de autocarro. No terminal rodoviário do Havre, apanhem o autocarro Bus Vert da linha 20. O trajecto (que atravessa o Pont de Normandie!) dura cerca de 30 minutos e custa 4.9€ (descontos disponíveis para menores de 26 anos).

GOSTAS DESTE ARTIGO? GUARDA-O NO PINTEREST!
Drawing Dreaming - guia de visita de Honfleur, Normandia

A ler também...

1 comentário:

  1. Que vila bonita! Já estou farta de dizer isto, mas adoro essas vilas com água ao pé, com os barcos e as casas coloridas...

    Mundo Indefinido

    ResponderEliminar